23 de abril de 2017

INICIO > LATINOAMERICA > Brasil

Brasil: Movimiento Popular.

GOBIERNO DE LULA CRIMINALIZA LUCHA POR LA TIERRA

27 de julio de 2005

Comunicado de la Liga de Campesinos Pobres de Rondonia

Los campesinos denuncian la criminalización de sus luchas por la tierra y exigen la libertad de Pelé, uno de los dirigentes de la Liga encarcelado injustamente. Esta denuncia demuestra claramente como Lula, que va a la iglesia cada domingo a rezar, no tiene ningún remordimiento para ponerse abiertamente al lado de los terratenientes de Brasil. La criminalización de la lucha campesina es un peligro que se puede extender al movimiento sindical y urbano de este país.

Denúncia: Estão criminalizando a luta pela terra!
Prisão de Pelé é absurda, injusta, covarde, ditatorial e atende aos interesses dos latifundiários, pistoleiros, madeireiros e corruptos!

1. No dia 28 de janeiro a Policia Florestal de Machadinho do Oeste, em Rondônia, prendeu o companheiro José Fonseca de Araújo, conhecido popularmente por Pelé.
2. Pelé é conhecido em toda a região por sua participação na luta pela terra. Em 2004, foi candidato a vereador pelo PT. Participou inclusive, representando os camponeses de sua área, de diversas reuniões com o INCRA e das reuniões promovidas pela Ouvidoria Agrária Nacional sob o nome Comissão Paz no Campo.
3. Pelé foi preso no dia 28/01/2005, e permaneceu encarcerado, sem ser ouvido, até o dia 02/02/2005, quando se encerrava o prazo consignado no mandato de prisão, com o claro objetivo de justificar a prorrogação do cerceamento de sua liberdade.
4. Pelé é acusado de esbulho possessório e formação de quadrilha.
5. Junto com seus companheiros, Pelé luta para ser assentado em terras que a própria justiça federal reconheceu pertencerem à União, dando ganho de causa ao INCRA em contenda judicial contra o latifundiário agenciador de pistoleiros, grileiro, madeireiro ilegal, conhecido pela alcunha de “Galo Velho”.
6. “Galo Velho”, da Leme Empreendimentos Ltda., é citado no “Livro Branco da grilagem de Terras”, editado pelo próprio Governo Federal.
7. Só que nada disso foi levado em conta, a defesa dos advogados dos posseiros sequer foi considerada, porque a “justiça”, o “Estado”, estão nas mãos dos criminosos, são as raposas tomando conta do galinheiro!
8. Pelé está preso como bandido, na solitária, sendo denegrido pela imprensa marrom, que não perde uma oportunidade sequer para servir seus amos e denegrir e criminalizar a justa luta pela terra em Rondônia.
9. Pelé foi preso pela Policia Florestal, onde “Galo Velho” tem parentes e manda e desmanda!
10. Pelé foi preso porque, junto com seus companheiros, provou que os “Planos de Manejos” da Madeireira Dois Vizinhos Ltda, na área em que Pelé e seus companheiros moram e trabalham, plantam e colhem, estavam irregulares. No entanto, os madeireiros botam juízes e policiais contra os camponeses, e o IBAMA se nega a regularizar os insistentes pedidos dos camponeses para que se regularize o necessário desmate que necessitam fazer para produzir.
11. Pelé está preso, e o sobrinho do “Galo Velho”, de nome Irley, vulgo “Neguinho”, acusado de pistolagem, sob Inquérito policial n. 868/2004, está solto.
12. Exigimos a liberdade do companheiro Pelé!
13. Exigimos o desmonte do esquema das madeireiras, latifundiários e pistoleiros nos órgãos do Estado, IBAMA, Florestal, INCRA, Justiça e Policia!
14. Convocamos todos os verdadeiros democratas a se somar contra mais esta farsa, cujo principal objetivo é criminalizar a luta pela terra em geral, e no particular impedir que os camponeses tomem posse das terras que exigem, reconhecidas pelo próprio governo como sendo do INCRA e não do sinistro “Galo Velho”.

O povo quer terra, não repressão!

Terra para quem nela vive e trabalha!

Liberdade para Pelé!

Prisão para “Galo Velho”e seus comparsas!

Liberdade para os camponeses e prisão para todos os corruptos que servem aos exploradores das terras e dos trabalhadores em Rondônia!

Liga de Campesinos pobres de Rondonia (LCP)

Jarú, 13 de fevereiro de 2005.

DIEZ DÍAS QUE ESTREMECIERON AL MUNDO
John Reed.
PREFACIO DEL AUTOR Este libro es un trozo de historia, de historia tal como yo la he visto. (...)
TORTURADORES & CIA.
Autor: Xabier Makazaga.
MEMORIA DE UNA GUERRA Perú 1980-2000
FICHA TÉCNICA Análisis histórico-político Páginas: 321 Año: Abril 2009. Precio para (...)